Documento do veículo – entenda as informações que estão no seu documento

A documentação de um veículo sempre envolve muitas dúvidas, afinal, nem todo mundo sabe ao certo qual possui porte obrigatório e o que significa cada um dos itens do documento.

Para ajudar a sanar essas dúvidas de uma vez por todas, preparamos este texto. Continue a leitura e saiba qual é a documentação essencial de um veículo, quando portá-la e como emiti-la.

Quais são os documentos do veículo?

Essencialmente, o veículo tem dois documentos, o CRV e o CRLV. Há quem pense que IPVA, DPVAT, entre outras siglas, sejam documentos, mas são taxas pagas inerentes ao veículo.

Documento do Veículo

 

O que é o CRV e como entender seus dados?

O CRV é o Certificado de Registro do Veículo, documento que é emitido pelo Detran quando se compra um carro zero quilometro, justamente em seu primeiro emplacamento.

Nele, estão todas as características do veículo, possibilitando que o Detran identifique facilmente o automóvel em sua base de dados. Entre as informações listadas no documento estão:

  • Via: indica se se trata de uma primeira via ou não;
  • Código Renavam (Registro de Nacional de Veículos Automotores): código único que guarda informações sobre o veículo;
  • RNTRC (Registro Nacional dos Transportes Rodoviários de Cargas): inscrição de veículo de carga na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), se for o caso;
  • Nome, endereço, CPF ou CNPJ do proprietário;
  • Placa e chassi do veículo;
  • Espécie / tipo de veículo;
  • Modalidade de combustível;
  • Marca / modelo do veículo;
  • Anos de fabricação e do modelo;
  • Categoria;
  • Cor predominante;
  • Local e data de registro do veículo.

Para emitir o CRV, basta apresentar a nota fiscal de compra, que é fornecida pelo revendedor ou fabricante, e pagar as taxas inerentes ao procedimento que são cobradas pelo Detran.

É importante ressaltar que para circular o veículo precisa ter um CRV, mas esse documento não é de porte obrigatório, portanto, deixe-o em casa. Se vender o automóvel, será preciso apresentar o documento e utilizá-lo para fazer a transferência de propriedade.

O que é o CRLV e como entender suas informações?

O CRLV é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, um documento que é emitido assim que o automóvel é licenciado. Nele, estão dados como proprietário e taxas de seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) e IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Veja o que mais:

  • Via: informa se é a primeira via do documento ou não;
  • Código Renavam: possibilita a identificação do veículo;
  • Exercício: ano em que o último licenciamento foi realizado;
  • Placa e chassi do veículo;
  • Espécie / tipo: varia conforme o tipo de carroceria. Se for um automóvel, pode ser espécie Passageiro;
  • Marca / modelo do veículo;
  • Ano de fabricação e do modelo;
  • CAP/POT/CIL: corresponde à capacidade de passageiros, potência e cilindrada do motor do veículo;
  • Categoria;
  • IPVA: informa a situação do imposto;
  • Observações: campo normalmente preenchido para indicar a situação financeira do veículo;
  • Seguro DPVAT: informa sobre a situação do seguro e dados do segurado;
  • Local e data de emplacamento e emissão do CRLV.

É simples obter o CRLV, é só pagar a taxa de licenciamento. Um detalhe importante: o documento é de porte obrigatório, logo, sempre que estiver dirigindo o veículo é fundamental estar com o CRLV. Caso não esteja, o motorista pode sofrer punições do Detran.

O que acontece se for flagrado conduzindo sem o CRLV?

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sem CRLV é uma infração gravíssima. Se flagrado nessa situação irregular, o condutor é multado, acumula sete pontos na carteira e pode ter o veículo apreendido.

Para solucionar um caso de apreensão gasta-se um dinheiro considerável, já que é preciso quitar todos os débitos do veículo, realizar o licenciamento e pagar taxas de liberação do carro e estadia no pátio do Detran. Quer evitar esses problemas? Tenha sempre consigo o CRLV.

Preciso emitir o CRLV anualmente?

Sim, precisa. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o proprietário do veículo deve realizar o licenciamento anualmente para atestar a regularidade do automóvel. Ao final do processo, um novo CRLV é emitido.

Fazer o licenciamento é descomplicado: pague a taxa cobrada em um banco da rede credenciada, seja pessoalmente num guichê ou terminal de autoatendimento, informando o código do Renavam. Se preferir, acesse o site do Detran, emita uma guia de pagamento e quite a taxa por internet banking ou aplicativo.

Comente