Veja o que pode acontecer caso você não pague o licenciamento Detran MG 2021

O licenciamento é um procedimento obrigatório anual para todos os proprietários de veículos. É simples realizá-lo, basta efetuar o pagamento da TRLAV, a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual do Veículo.

Curiosamente, quem não paga essa taxa pode enfrentar problemas junto ao Detran. Conheça, a seguir, quais são eles e como pagar o licenciamento Detran MG 2021 para evitá-los.

O que é o licenciamento Detran MG 2021?

Trata-se de um procedimento que visa regularizar a situação do automóvel e emitir o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), que deve ser portado por todo condutor.

licenciamento 2021 mg

Como fazer o licenciamento Detran MG 2021?

O licenciamento é simples de ser realizado, é só efetuar o pagamento da taxa dentro do prazo estabelecido, que normalmente é no primeiro trimestre do ano. O pagamento pode ser feito de duas formas:

Diretamente no banco

Neste caso, dirija-se a um guichê de caixa ou terminal de autoatendimento, informe o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que pode ser localizado no CRLV, e efetue o pagamento da taxa.

Utilizando guia de arrecadação

A guia de arrecadação é o clássico boleto e deve ser obtida no site da Secretaria de Fazenda do Estado, como indicado no passo a passo a seguir:

  • Acesse a página de emissão da guia de arrecadação;
  • Informe o Renavam e ano de exercício;
  • Selecione a caixa de recaptcha, para validar o acesso;
  • Clique em “continuar”.

A página será recarregada e exibirá a guia de arrecadação, que pode ser salva ou impressa. Pague-a em agência bancária, aplicativo de banco ou internet banking.

Quando o pagamento da taxa for reconhecido pelo sistema do Detran MG, o órgão emite o CRLV e encaminha pelos Correios para o endereço do proprietário registrado no banco de dados.

Caso o proprietário não receba o documento dentro do prazo informado, recomenda-se entrar em contato com o Detran para solicitar uma nova via do CRLV.

Onde pagar o licenciamento Detran MG 2021?

O pagamento da taxa de licenciamento tem de ser feito na rede bancária credenciada, que abrange instituições financeiras públicas e privadas como:

  • Banco do Brasil;
  • Caixa Econômica Federal e agências lotéricas;
  • Banco Postal;
  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Sicoob;
  • Banco Mercantil do Brasil;
  • Santander.

O que acontece se não pagar o licenciamento Detran MG 2021?

A ausência de pagamento da taxa de licenciamento faz com que o veículo fique em situação irregular e o CRLV sem validade. Quando o condutor dirige um carro nessas condições, ele pode sofrer:

  • Aplicação de multa de cerca de R$ 300;
  • Ganho de sete pontos na carteira;
  • Risco de ter o veículo apreendido.

A apreensão é o problema que mais dá trabalho para ser regularizado. De modo geral, só é possível reaver o automóvel se o proprietário pagar todos os débitos existentes. Além disso, é obrigatório quitar taxas extras junto ao Detran, encarecendo ainda mais todo o processo.

Esses não são os únicos problemas. Não pagar o licenciamento também faz com que a dívida cresça consideravelmente, já que sobre o valor são aplicados juros e multa.

No que se refere aos juros de mora, é aplicado o índice referencial SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), que é definido e divulgado mensalmente pelo Banco Central do Brasil. Já a multa varia conforme o período de débito em aberto, sendo cobrados os seguintes valores:

  • 0,15% até 30 dias de débito;
  • 9% de 31 a 60 dias de débito;
  • 12% a partir de 60 dias de débito.

Portanto, quanto mais tempo demorar para pagar o licenciamento, maior será a dívida e dificuldade para quitá-la. Procure regularizar a situação o quanto antes para evitar complicações financeiras ou junto ao Detran MG.

O que impede o licenciamento Detran MG 2021?

Pagou a taxa de licenciamento Detran MG, mas o processo não foi finalizado e não houve o encaminhamento do CRLV? Pode ser que seu caso se enquadre em um de restrição imposta pelo órgão.

De acordo com o Detran, o licenciamento só será finalizado se não houver registro de débitos inerentes ao IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e TRLAV dos últimos cinco anos.

Além disso, também não devem existir em aberto multas de trânsito ou seguro obrigatório DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Comente